CENTRE ISLAND: A MAIOR E MAIS POPULAR ILHA DE TORONTO

Veja também as seguintes postagens:

- Casa Loma: o castelo hollywoodiano de Toronto

- Visita ao ROM: a joia arquitetônica de Toronto 

- Niagara Falls em um dia de verão: bate e volta partindo de Toronto 


Se há um passeio em Toronto que deve ser chamado de obrigatório é à Ilha Toronto (Toronto Island), especialmente no verão. Aliás, apesar de muitos se referirem ao local no singular ("Ilha"/"Island"), o mais apropriado seria dizer "Ilhas de Toronto" ou "Ilhas Toronto" (Toronto Islands), já que se trata de um arquipélago (urbano) no Lago Ontário. São várias ilhotas. As três principais ilhas são a Centre Island, a Ward's Island e a Algonquin Island. Há pontes que conectam as ilhas e dá para sair de uma e chegar a outra a pé. Se você só tiver tempo de visitar apenas uma delas, escolha a Centre Island (Ilha Central), pois é a maior, a mais popular e tem reputação de ser a mais bonita também. Três grandes atrativos da Centre Island são sua praia, Centre Island Beach, seu parque de diversão (direcionado ao público infantil), o Centreville Amusement Park, e uma fazendinha chamada Far Enough Farm, que tem animais (porquinhos, bezerros, ovelhas, cavalos etc.) disponíveis para serem acariciados. Ou seja, Centre Island é um destino perfeito para famílias com crianças. 

As Ilhas Ward e Algonquin têm casas residenciais com lindos jardins de verão e charmosa arquitetura. Os chalés são ornamentados por seus donos e sem dúvida são atrações dessas ilhas (veja duas fotos no Wikipedia, AQUI). Você pode explorá-las de bicicleta, a pé ou de barco. Nas Ilhas não são permitidos carros, ou seja, pedestres têm acesso exclusivo.

Mas, voltando a falar da mais famosa ilha (consequentemente, a mais turística também), a Centre Island, o que mais ela tem para agradar tanto os locais quanto os turistas? Facilidades para praticar atividades ao ar livre: tomar banho de sol, pescar, caminhar, pedalar, remar, fazer piquenique... Lagos e belos jardins emolduram as cenas que vemos passar às nossas vistas, desde as mais triviais, como a de crianças correndo pra lá e pra  cá, até as mais românticas, como a de um casal dentro de um barquinho solitário passando ao lado de árvores frondosas e verdejantes. Essa cena, em especial, parece sair mesmo de um filme. Dá para alugar barquinho, pedalinho ou kayak. Ou, para quem preferir ver os lagos de outro ângulo, há bicicletas e quadriciclos também para alugar. 

Curtir uma praia também é um ótimo programa ao ar livre, não concorda? E a Centre Island Beach, também chamada de Manitou Beach, fica cheia de gente que pensa da mesma forma. Há um arrecife no lago que impede banhistas de avançarem para o fundo e outros perigos como correntezas. Ou seja, Centre Island não deve ser vista como um local de entretenimento apenas para crianças só por causa de seu parque de diversão. Adultos que gostam de natureza também vão encontrar seu ninho ali, acompanhados ou não de passarinhos rsrsrs De patos, com certeza!

A Centre Island Beach não é a única praia de areia da Ilha. Há outras três: Gibraltar Point Beach, Hanlan's Point Beach e Ward's Island Beach. As quatro são "Blue Flag certified", ou seja, suas águas são próprias para o banho, de boa qualidade. A praia de Gibraltar Point é mais tranquila, não tem muita aglomeração de banhistas, provavelmente por estar mais afastada do terminal da balsa. Um ponto de referência é o Farol do Gibraltar Point (Gibraltar Point Lighthouse)o farol mais antigo de Toronto (de 1808) e dito ser mal-assombrado. A praia de Hanlan's Point tem um atrativo a mais para os naturalistas, pois uma parte dela é destinada ao nudismo opcional. Você saberá que chegou a essa área quando encontrar uma placa com os seguintes dizeres: "You are entering a clothing optional area". A praia de Ward é pequena e fica perto da comunidade residencial da ilha, portanto é muito frequentada por seus residentes. Para fazer um lanche perto dessa praia, há o Rectory Café.

Mas, de volta mais uma vez à Centre Island, a infra-estrutura dessa ilha é muito boa, particularmente no verão, pois, como ela fica mais cheia nesse período, há mais quiosques de fast food. Há também um restaurante grande com varandas assim que você chega à ilha, que é o Toronto Island BBQ and Beer Co. A vista de dentro do restaurante é linda. Fora as facilidades para a alimentação, você encontra banheiros, chuveiros, espaço para troca de roupas (perto da praia), aluguel de barcos, pedalinhos e bicicleta e lugares específicos para piquenique, churrasco e esportes.

Se praia e jardins não forem o suficiente para lhe atrair, vou lhe dar um outro bom motivo para pegar o ferry até a Centre Island: de lá você tira a melhor foto panorâmica do centro de Toronto, daquelas de cartão-postal. Não é à toa que muitos visitantes fazem questão de estarem presentes de corpo e alma em Centre Island no horário do pôr do solSim, porque assistir a uma bela cena dessas faz bem à alma! E não podemos nos esquecer também de que Centre Island proporciona belas vistas do Lake Ontario. Quer ainda mais um motivo para visitar a ilha? O terminal do ferry que faz a travessia até lá fica do lado do Harbourfront Centre, que é visita obrigatória em Toronto.


Como chegar às Ilhas de Toronto: Para chegar às Ilhas de Toronto, você precisa pegar uma balsa (ferry). Quem vai de metrô deve desembarcar na Union Station e caminhar pela Bay Street até o Jack Layton Ferry Terminal (cerca de 10 minutos andando), localizado no Queens Quay WestUm ótimo ponto de referência é o hotel Westin Harbour Castle. O valor da passagem do ferry (paguei em torno de 8 dólares canadenses) já inclui o retorno. Do terminal do ferry, você pode pegar um dos três barcos para uma dessas três ilhas: Centre Island (na região central da ilha), Hanlan's Point ou Ward's Island. A partir de uma delas, você pode chegar às outras caminhando, mas acredito ser cansativo percorrer as três no mesmo dia, principalmente no calor (por falar nisso, não se esqueça do protetor solar). No verão e finais de semana, pode haver uma fila bem grande para entrar no ferry, mas, se quiser mais conforto, privacidade e rapidez, fique sabendo que water taxis que fazem a travessia até a Ilha, mas é uma opção mais cara. Na época da minha visita (agosto de 2016), um táxi desses custava 10 CAD por pessoa somente um trajeto. 

Horários do ferry:  Na alta temporada, há várias saídas, cerca de 15 em 15 minutos. A travessia até Centre Island dura aproximadamente 10 minutos. Para ver os horários de partida, consulte este link AQUI


Visitamos a Centre Island numa quinta-feira de verão por volta das 14:00. Pegamos uma pequena fila para comprar os tickets do ferry e depois esperamos em outra fila até a hora de entrarmos no nosso barco. As filas são separadas por barco, dependendo do destino. Até entrarmos no barco, somando o tempo de espera nas duas filas, gastamos cerca de vinte minutos. Eu até que achei rápido por ser alta estação. Nos finais de semana, acredito ser melhor ir de manhã para encontrar Centre Island mais tranquila. Já li que as filas podem ser bem grandes.

Minha intenção inicial era conhecer, além da Centre Island, a praia de Ward's Island ou a de Hanlan's Point. Como a Centre Island é a ilha central e foi meu ponto de partida (porque era minha prioridade), eu teria que escolher entre uma das duas praias, já que ficam em extremidades opostas. Se eu fosse à Hanlan's Point, com certeza eu iria querer conhecer a parte nudista. Já que eu estaria mesmo na área, como eu poderia ignorá-la? Porém, achei bem estranho estar numa praia de nudismo opcional. Não concordo com isso, acho que deveria ser de nudismo obrigatório. Se eu entrasse de roupa, eu iria me sentir constrangida, podendo passar a impressão de que estaria ali somente para ver as pessoas nuas (muitos vão somente com essa intenção). Se eu entrasse despida, eu não me sentiria à vontade, por não estar num mesmo grupo. 

Portanto, a Ward's Island Beach acabou sendo a minha escolha. O Google Maps tinha dado 30 minutos de caminhada da Centre Island até ela. Achei razoável. Mas os planos ficaram somente no papel. Depois de chegar à Centre Island Beach, eu achei melhor voltar porque ficaria cansativo e principalmente porque eu já tinha traçado outros programas no roteiro para esse mesmo dia: caminhar pela Harbourfront Centre (inclusive iria ter festival ali nesse dia) e jantar no restaurante Canoe, que tem uma vista incrível da cidade. Acabou que nem conseguimos jantar nesse restaurante porque quando chegamos ele estava lotado, sem previsão de tempo de espera. Já estou careca de saber que nem tudo sai como a gente planeja, mas a gente tenta, né?

Já deu para ver que dá para passar um dia inteiro nas Ilhas de Toronto. Dependendo do quanto das ilhas se quer ver, pode ser bem cansativo fazer tudo no mesmo dia. Estabeleça prioridades e avalie sua disposição.

Enfim, como visitei somente a Centre Island, vou me limitar a falar apenas dela a partir de agora. Nas legendas abaixo, conto detalhes de nosso passeio por esse lugar muito pitoresco, considerado um dos "TOP 10" de Toronto. 



Um bom ponto de referência para saber que você está no caminho certo para o terminal do ferry para as Ilhas de Toronto é o hotel Westin Harbour Castle. Daqui até lá é só um minutinho. Aproveito a foto também para mostrar os típicos ônibus escolares do Canadá


Percorrer as Ilhas de Toronto numa bike também é uma ótima opção e é permitido embarcar com ela no ferry, podendo haver restrições caso esteja lotado. Pode-se também alugar uma bicicleta na ilha. Veja na foto que algumas pessoas estão chegando ao terminal do ferry (ao fundo) de bicicleta, a Jack Layton Ferry Terminal (9 Queen's Quay West). 

Passageiros em fila embarcando no ferry (balsa) para a Centre Island. 


Interior do ferry para a Centre Island de Toronto. Veja que o barco é bem espaçoso. Tem dois andares e bancos ocupam toda sua extensão. Mas o bancos não dão para todos quando o barco enche, então muitos passageiros viajam em pé. Porém, a travessia é bem rápida, dura somente cerca de 10 minutos. E quem está fazendo essa viagem pela primeira vez nem quer fica sentado, pois esta simples travessia já proporciona belas fotografias do skyline de Toronto. Mudando de assunto, observe que o barco é equipado com coletes salva-vidas (mas você não irá precisar deles rsrs).


O barco cruza o lago até as Ilhas de Toronto. Ao fundo, outro ferry fazendo a travessia.


Esta é uma das imagens mais clássicas do skyline de Toronto, com a CN Tower e o Rogers Centre no meio dos prédios modernosos da cidade. Onde estou? Dentro do ferry, na travessia para a Centre Island.


Quando o barco está quase chegando ao ferry terminal da Centre Island, você encontra o Lago Ontario com muitos patinhos. Esta cena já foi um prelúdio das belezas naturais que eu encontraria na ilha. 


Chegando ao ferry terminal de Centre Island.  


Assim que chegamos à Centre Island, procurei por um bom ponto para tirarmos uma selfie em frente ao skyline de Toronto. Então, passamos por este parque da ilha onde estava havendo uma confraternização. Na ilha, há pontos específicos para fazer churrasco, piquenique, pesca e prática de esportes, como o volleyball. 


Área de piquenique no parque de Centre Island - Toronto.


O aeroporto Billy Bishop Toronto City fica numa das Ilhas de Toronto, por isso, durante a travessia de ferry ou já na Centre Island (onde estou agora), você verá os aviões passando baixinho, prestes a aterrissar, em frente ao cartão-postal de Toronto (como nesta foto, à direita da CN Tower). 


Skyline do centro de Toronto visto a partir da Centre Island (Ilha de Toronto). Entendeu por que os fãs do pôr do sol adoram fotografar aqui?


As Toronto Islands são um destino perfeito para o verão.


Aqui, uma marina com muitos barcos de uso particular. 


A Centre Island é repleta de lindos jardins.


Seguimos o calçadão da Centre Island que vai beirando o lago. Vimos um barquinho passando pelo lago atrás dessas árvores. Parecia uma cena romântica de um filme. Ou uma pintura de quadro. 


A bela vegetação da Centre Island - Toronto.


Aqui, outro ponto de piquenique beirando o lago. 


O Canadá é banhado pelo Lago Ontário, um dos cinco grandes lagos da América do Norte.


Centre Island - Toronto, Canadá.



Os patinhos são coadjuvantes no cenário de Centre Island.



Chegamos ao Centreville, que é o parque de diversão da Centre Island. Mas os brinquedos desse parque são só para crianças, nada de interessante para o adulto.


Este carrinho é um exemplo dos tipos de brinquedos que você encontra em Centreville. A maioria deles é para crianças pequenas. Você compra os tíquetes para os brinquedos no local.


Em Centreville, há essa "piscina" bem rasinha que é boa para as crianças se refrescarem num dia de calor.


É em Centreville que você vai encontrar a maior concentração de quiosques de fast food em Centre Island por causa da presença de muitas famílias com crianças. Vendem muitas variedades: pizzas, batatas fritas, cachorros-quentes, sanduíches etc. Uma marca de fast food conhecida dos brasileiros que está presente lá é o Subway


Esta casa, por exemplo, abriga uma cozinha que faz o seu fast food na hora, à sua frente, e você pode comer nesta pitoresca varanda com muitas mesas na sombra. Foi aí que fizemos nosso "lanche-almoço". 


Um fast food que eu fiz questão de experimentar em Centreville são os BeaverTails, primeiro porque esses doces são tradicionalmente canadenses e segundo porque eu tinha a certeza de que eu iria adorá-los, pois são fritos na hora (adoro bolo quente). Os BeaverTails fazem muito sucesso no Canadá. Segundo o site da marca, o ex-presidente americano Obama fez questão de saborear a guloseima em sua visita oficial ao Canadá, em 2009.


Os BeaverTails são doces feitos com uma massa fina e num formato comprido, lembrando uma rabanada, porém maiores. Podem levar diferentes tipos de cobertura doce, como creme de maple ou de chocolate com banana, por exemplo. Os preços variam de 5,75 CAD a 7,10 CAD, de acordo com o sabor (valores de 2016). O sabor mais simples (e, consequentemente, o mais barato) é o Cinnamon & Sugar (de canela com açúcar). É, para mim, provavelmente o mais gostoso de todos. Digo "provavelmente" porque, além desse, só provei de mais um sabor, que foi de Cheesecake (um creme de cheesecake acompanhado de chocolate e amêndoas). Eu gostei muito dos dois sabores, mas o de cheesecake é bem mais doce, o que não aprecio muito, pois acabo achando enjoativo depois de algumas mordidas (mas isso é um problema meu, não do doce). Então eu gostei muito mais do sabor mais simples, ou seja, de canela e açúcar. O BeaverTail desse sabor parece uma rabanada mesmo, tanto no gosto quanto no formato. Mas é bem mais fino do que a rabanada e bem mais crocante. Se você ainda não teve a oportunidade de provar essa delícia, não perca tempo.      


O trenzinho de Centreville que dá a volta no parque.


O lago com pedalinhos em Centre Island.


O tobogã de Centreville.


E os habitantes de Centre Island.


Continuamos andando sempre em frente por Centre Island e atravessamos algumas pontes.


Centre Island - "Ilha Toronto"



Centre Island - "Ilha Toronto"


Continuando em frente na Centre Island, já passando o parque de diversão, você vai se deparar com a praia da ilha (lá no final).



E no caminho você vai apreciando os jardins coloridos do verão.


As flores do verão de Centre Island.


Antes da praia, há mais piscinas bem rasinhas que as crianças adoram.


Depois da caminhada, chegamos à Centre Island Beach.


À esquerda, o Centre Island Pier.


Há um recife de pedras que foi construído para impedir que os banhistas nadem para o fundo e para que as ondas fortes do lago não avancem.


Depois andamos ao longo do Centre Island Pier e respiramos um pouco da tranquilidade deste local.


A extensão da Centre Island Beach.





Hora de voltar! Com tempo, sentaria no gramado, debaixo da sombra de uma árvore, como muitos visitantes fazem. 


Porém, sentei-me na beirada da piscininha para refrescar os pés.





Olha como a "piscina" é rasinha.


Para sairmos da Centre Island, voltamos para o ferry terminal dessa ilha. Mas poderíamos ter voltado a partir de outra ilha, da Ward's Island, por exemplo. Aliás, essa era a minha intenção inicial, mas não deu tempo, lembra? Isso não implica na compra de outro ferry ticket. O atendente do guichê do ferry me informou que você pode voltar de qualquer terminal.


Do lado da Centre Island Ferry Dock, há este restaurante espaçoso com varanda e vista para o lago e a CN Tower. Chama-se Toronto Island BBQ and Beer Co. Este foi o único restaurante sem ser de fast food que vimos em Centre Island. Nossa intenção era ter almoçado nele assim que chegamos na ilha, mas ele estava fechado para evento particular. Uma pena. A vista é mesmo linda. Dá só uma olhadinha no link.


Este é um dos modelos de táxis que fazem a travessia para as Ilhas de Toronto, o Tiki Taxi.


Outro modelo de táxi aquático em Toronto Island, o Water Taxi. Opções para quem não quer ir de ferry boat. Como esses veículos são mais caros, sinceramente acho que só vale a pena para quando as filas do ferry estão muito longas e o serviço está demorado, o que não aconteceu no dia de nossa visita. O ferry é bem confortável.  


Dentro do ferry, voltando à zona portuária de Toronto, e admirando mais uma vez o cartão-postal mais conhecido da cidade. 


Dica: Evite os finais de semana para visitar a Ilha Toronto, pois ela fica muito cheia nesses dias (principalmente no verão). 

Mais informações: Dois sites oficiais e excelentes sobre as Ilhas de Toronto são estes:


www.centreisland.ca


Curiosidades:

- As Ilhas de Torotno não foram sempre ilhas. Elas surgiram depois que uma península foi "desmanchada" por tempestades muito fortes em 1858.

Há 262 casas na Ilha e cerca de 750 residentes.