MAMBO BEACH: A PRAIA MAIS ANIMADA DE CURAÇAO

Se há uma praia em Curaçao que pode ser chamada de point da galera, essa se chama Mambo Beach. Seu nome oficial é Seaquarium Beach, mas a maioria das pessoas se refere a ela da primeira forma. É a praia que tem mais baladinhas e happy hours. A Mambo Beach fica ao lado do Sea Aquarium (Aquário Marinho) e reúne diversos restaurantes, cafés e lojas num calçadão, o Mambo Beach Boulevard. Mas, na areia, você também encontra bares, cada qual formando seu "beach club". A praia tem ainda uma piscina no meio dela para quem quiser usar e pagar, apesar do mar dali já ser uma piscina. Aliás, é também por causa do mar manso, graças aos arrecifes, que Mambo Beach atrai muitas famílias com crianças. Mas a praia é também dos jovens, dos quais muitos adoram ficar na praia até o DJ começar a tocar. Na verdade, Mambo Beach é para todas as idades, mas ter um espírito jovem é fundamental para sentir e viver o seu verdadeiro astral. Por estar localizada próxima ao centro de Willemstad (a cerca de 10 minutos de carro de Punda), a praia pode encher demais, atraindo turistas e locais, principalmente aos domingos. Porém, goste você ou não de praias lotadas, prefira você ou não praias 100% naturais, fato é que você, turista em Curaçao, não pode deixar de conhecer Mambo Beach. É a praia mais "falada" da ilha.

Precisei de um tempo para entender em que parte da praia estava Mambo Beach, afinal eu já tinha lido que Cabana Beach ficava ao lado e, in loco, descobri uma terceira praia, a Mood Beach, bem no canto direito da praia. Mas, aceitei a explicação que um garçom do local me deu dizendo que tudo ali era Mambo Beach, e concluí por conta própria (espero mão ter errado) que os outros nomes surgiram devido à presença de bares em seus trechos que têm personalidade própria e funcionam como beach clubs. A Cabana Beach, que fica ao lado da Mood Beach, é para quem gosta de mais agito: tem DJ e palco para shows de música ao vivo. Já Mood Beach consegue ser uma "praia" alto astral e reservada ao mesmo tempo, e se destaca pelas confortáveis camas e cabanas que oferecem. Esses clubes funcionam da mesma forma como expliquei na postagem sobre a praia Jan Thiel: se você gosta do "pedaço" de areia onde está um determinado bar, você aluga uma espreguiçadeira/cama/cabana com esse bar e, se for consumir alguma coisa, é diretamente com ele.      

Mambo Beach também é muito procurada para diversão à noite, quando acontecem happy hours, mas alguns já começam às 17:00. Os Djs são muito animados e contagiam as pessoas que estão em volta. Presenciei isso com o happy hour da Cabana Beach, num domingo, das 17:00 às 18:00. Um ótimo horário para quem quer emendar com o pôr do sol. 

Sugestão de roteiro com Mambo Beach para um dia em Curaçao e valores de corridas de táxi: 

Mambo Beach fica do lado do Curaçao Sea Aquarium, então você vai de um lugar ao outro a pé. Eu planejei meu dia de modo a ficar a parte da manhã toda no Sea Aquarium (o aquário em si é fraco, vale mais a pena visitar se for participar de algum programa interativo com os golfinhos, conforme expliquei  neste link aqui) e de lá partir para almoçar no Mambo Beach e permanecer lá até o pôr do sol. Eu achei perfeito e nem precisei alugar carro para esse dia, pois fiquei hospedada em Punda. O táxi foi o suficiente e ainda ficou um pouco mais barato do que a diária de um carro, 30 dólares os dois trajetos juntos (hotel - Sea Aquarium / Mambo Beach - hotel). Se você não quiser ir ao Sea Aquarium, a sugestão de roteiro para um dia é passar a manhã em Jan Thiel Beach e de lá partir para Mambo Beach para passar a tarde, ou vice versa, já que as duas praias ficam próximas de carro (cerca de 15 minutos). De Punda para Jan Thiel, o táxi vai custar cerca de 30 dólares. De Jan Thiel para Mambo Beach, a corrida de táxi sai por cerca de 20 dólares. Nesse caso, o aluguel de carro sai mais em conta, mas quem não gosta de dirigir em outro país pode preferir pagar a diferença e ter a tranquilidade de contar com um motorista. Se precisar de um roteiro mais corrido, dá para ir aos três lugares (Jan Thiel Beach - Sea Aquarium - Mambo Beach) no mesmo dia.


NOTAS:

- Para entrarmos no Seaquarium Beach, pagamos 3,50 dólares (ou Naf 6) por pessoa.  Tínhamos acabado de sair do Sea Aquarium (Aquário Marinho) e fomos andando até acharmos a entrada com uma cabine para venda dos ingressos. Até achei que não precisaríamos pagar por já termos pago a entrada ao Sea Aquarium (acho que li isso em algum lugar...), mas a funcionária disse que uma coisa não dava direito a outra. Então, pagamos e entramos. Mas, lá dentro, logo após a entrada, vimos que havia uma rua estreita pela qual as pessoas estavam chegando e não havia cabine nenhuma. Depois confirmamos que era isso mesmo porque entramos na Mambo Beach duas vezes (saímos depois do almoço para assistirmos ao show do leão marinho no Sea Aquarium) e, na segunda vez, entramos pela tal rua e não havia mesmo cobrança de ingresso. Enfim, achei isso desorganizado. 

- O aluguel das cadeiras simples em Mambo Beach custa por volta de 3,50 dólares. 


- Há sempre um happy hour rolando em Mambo Beach. Por exemplo, no Wet & Wild  Beach Club, eles acontecem às sextas, das 17:30 às 19:00, e aos domingos, das 18:00 às 19:00 e das 22:00 às 23:00, "com os melhores DJs da ilha", segundo a propaganda deles. No Aloha Beach Bar, o happy hour anima a galera aos sábados, das 17:00 às 18:00. Perfeito para combinar com o pôr do sol.

- A praia tem estacionamento.

- Antes de ir, visite o site do Mambo Beach Boulevard para ficar atualizado sobre os dias e horários de eventos e happy hours.



A placa indica a entrada do Seaquarium Beach, o nome oficial de Mambo Beach. Para falar a verdade, eu não vi no local nenhuma placa com o nome "Mambo Beach", mas é assim que muitas pessoas se referem à praia. Na entrada, há também alguns avisos, tais como: não é permitido entrar com comidas e bebidas e não há salva-vidas.


O belo mar caribenho, aquele azulzinho, você não vai encontrar em Mambo Beach. Mas a água é bem gostosa (só achei gelada) para quem gosta de mar calmo. Há um deck no meio do mar para quem quiser nadar até lá.


Música ao vivo em Mambo Beach também há! Palco montado na areia.


Mambo Beach é assim: uma praia pequena (mas não tão pequena como as de Westpunt) repleta de espreguiçadeiras ou afins ocupando trechos na areia com seus respectivos bares (muitos se intitulam "beach clubs"). Cada bar aluga cadeiras de uma determinada cor.   


Há confortáveis sofás também e até uma piscina, do Madero Ocean Club, que oferece pool party todo domingo. Tudo isso no meio da praia.  


Repare que há beach chairs e cabanas com cama em Mambo Beach. As cabanas, maiores e mais confortáveis, são mais caras, é claro.


O mar de Mambo Beach tem muitas rochas, o que garante uma piscina rasa e natural. A criançada adora.


Apesar de serem mais caras, as cabanas são bem concorridas porque existem em menor número. Se quiser alugar uma, chegue cedo! Principalmente em dias concorridos (todos os dias da alta temporada e finais de semana).


Mambo Beach é uma praia cheia de coqueiros.


As cadeiras rosas pertencem à Aloha Beach Bar, que ocupa um quiosque na areia (foto abaixo).
Aloha Beach Bar, ocupando um "pedaço" da areia de Mambo Beach. E assim fazem os demais bares. O Aloha oferece happy hour aos sábados, das 17:00 às 18:00. 


Este é o "calçadão" do qual falei acima. É o Mambo Beach Boulevard. Fica bem de frente para a praia e reúne várias lojas que vendem principalmente artigos relacionados à praia e bijuterias. Vi alguns biquines muito lindos por aqui, mas são um pouco caros. Neste boulevard, há também bares, cafés, sorveterias...


Se a cor das cadeiras muda é porque já pertencem a outro bar. Aqui, se eu não me engano, são da Wet & Wild Beach Club. Os beach clubs ficam um do lado do outro. 


Trecho do Mambo Beach Boulevard onde há mais restaurantes. Almoçamos no restaurante à esquerda, no El Grill & Mexicano. O cardápio é bem variado, então nos ganhou de cara.


O El Grill & Mexicano fica de frente para a Mambo Beach e tem um espaço aconchegante. 


Mambo Beach Boulevard


Mambo Beach Boulevard. Embaixo, a areia da praia repleta de mesas e cadeiras com guarda-sóis.  


À direita, o Madero Ocean Club, que tem happy hour à noite, das 22:00 à meia-noite, toda quarta-feira. Bem do lado dele fica um Starbucks. Esta foi a parte da praia que eu mais gostei. 


Depois de termos dado uma volta pelo Mambo Beach Boulevard, voltamos para o almoço no El Grill & Mexicano. Dessa vez, fiz questão de tomar o Blue Curaçao na cor azul mesmo, que é a cor do licor, e deixei isso claro para o garçom. É que, dependendo da mistura que os bares fazem nos drinks, a cor muda. É muito comum tomar o Blue Curaçao com suco de laranja, por exemplo, aí o resultado é um Green Curaçao rsrsrs Adorei esse licor! Comprei uma garrafa numa loja em Curaçao e trouxe para casa. Também adorei estar combinando com a cor do licor sem querer rsrsrs :-)



A comida no El Grill & Mexicano estava saborosa e o atendimento foi atencioso. O único defeito é que eles demoram um pouco para trazer a comida. E o restaurante nem estava muito cheio.


El Grill & Mexicano - Mambo Beach Boulevard


A areia do mar aqui também tem pedras, mas bem menos do que as praias naturais de Curaçao. Dá para entrar sem machucar os pés. 


Mambo Beach fica lotada aos domingos.


Mas, a esta hora, perto das 17:00, muitas cadeiras ficaram vagas. Só assim eu consegui me deitar em uma delas e ninguém veio me cobrar pelo aluguel. Os bares não costumam cobrar pelas cadeiras perto desse horário.


Gostei de me banhar no mar de Mambo Beach, mas a água estava gelada.


Este é o trecho da Cabana Beach. Bem mais vazio agora que o sol está indo embora. Muitos banhistas saem nesse horário.


Mas, por volta das 17:30, é quando alguns happy hours começam. Em Cabana Beach, o DJ apareceu para animar os banhistas. 


Do lado da Cabana Beach fica a Mood Beach, que tem um jeitão mais reservado, porém também tem música no ar. A Mood Beach disponibiliza camas e cabanas. A "praia" é bem pequena. 


Ficamos na Mambo Beach até o pôr do sol. É um dos lugares preferidos de Curaçao para curtir esse momento. Estávamos no calçadão do boulevard (que fica num nível superior) na hora do pôr do sol e resolvemos assisti-lo dali mesmo, pois aquela visão do sol entre os coqueiros estava pra lá de especial.


Minha opinião sobre Mambo Beach: Vou dar minha opinião tomando como referência o dia em que visitei a praia, pois foi um domingo e isso pode fazer muita diferença. Eu gostei do alto astral da praia e achei muito interessante sua estrutura, pois oferece vários opções de restaurantes, tanto na areia quanto no calçadão. Há todo aquele conforto que uma praia artificial pode oferecer. Mas a praia estava muito cheia, pois domingo é o dia que mais enche. Quando chegamos, aparentemente não havia mais nenhuma cadeira disponível (cadeira vazia não quer dizer necessariamente cadeira disponível, pois quem alugou pode estar dentro do bar ou no mar, por exemplo) e isso me desanimou. Outra coisa que me desagradou um pouco foi o fato de a areia da praia ser uma grande aglomeração de cadeiras, tudo ali juntinho. Então, o visual da parai é um pouco poluído. Não foi minha praia preferida em Curaçao (das artificiais, gostei mais de Jan Thiel), mas nem por isso deixei de curtir Mambo Beach. Vale muito a pena conhecer essa praia por causa de suas particularidades: lojas, restaurantes, beach clubs, sofás, piscina, tudo ali "coladinho". Ainda não tinha visto nenhuma assim.


Veja também as seguintes postagens: